quarta-feira, 31 de outubro de 2012

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Um monstro terrível

Um desenho muito antigo. É um monstro que imaginei quando tinha sete anos. É uma espécie de mutante. Apesar de o ter desenhado há tanto tempo, lembro-me bem de o estar a desenhar. Foi desenhado no chão (como eu gostava), a lápis.


domingo, 28 de outubro de 2012

A rima do velho marinheiro


 
Certa vez, no Ar.Co, deram-nos alguns textos sobre livros que tinham acabado de ser publicados e pediram-nos ilustrações com base nesses textos. Depois, algumas das ilustrações feitas pelos alunos seriam publicadas no Mil Folhas, suplemento do Público. Um desses textos era sobre a edição portuguesa do poema A Rima do Velho Marinheiro (The Rime of the Ancient Mariner, 1797-1799) de Samuel Taylor Coleridge (que, vale a pena lembrar, foi magnificamente ilustrado por Doré). Tínhamos um prazo muito apertado para fazer as ilustrações (1 dia ou 2, se não me engano), e eu, que gosto de levar algum tempo a fazer as coisas lá tive de me despachar. E parece que valeu a pena, porque a minha ilustração foi escolhida para aparecer no Mil Folhas.

sábado, 27 de outubro de 2012

Cowboy

 
 
Fiz esta prancha durante o curso de Ilustração e Banda Desenhada que frequentei no Ar.Co entre 2001 e 2003. Ou melhor, comecei a fazê-la nessa altura. Fiz o exercício numa aula e fui desenvolvendo-o em casa porque me entusiasmou a ideia. Mas, foi só mais tarde que fiz o fundo (talvez em 2004). E foi mais tarde ainda que decidi pintá-lo (em 2005, para uma exposição).

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Dois gatos na conversa



Fiz estes gatos para uma exposição em que todas as obras, excepto uma, foram trabalhadas digitalmente. Costumo deixar de gostar de muitos dos meus trabalhos antigos. Começo a encontrar defeitos, a ver coisas que eu agora faria de outra forma. Mas os anos passam e continuo a gostar sempre destes gatos.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

A aranha na fechadura


Parece-me que está é a forma mais indicada de começar, já que foi este trabalho que me motivou a fazer um blog. É verdade que tinha há algum tempo a ideia de publicar online alguns trabalhos meus, mas, por vários motivos, fui adiando isso.
Penso que foi em 2006 que fiz os primeiros esboços para esta Banda Desenhada. O texto é baseado em escritos dos cadernos de Leonardo da Vinci. Ele não fez nenhum desenho para acompanhar as suas fábulas, por isso, talvez por falta de tempo, as tenha deixado para serem ilustradas por outros. Seja como for, fico agradecido pelo texto que nos deixou, pois, achei logo que daria uma boa prancha. Comecei então a fazê-la, mas, parei pouco depois, para a deixar incompleta numa gaveta.
Quando recebi um email sobre o concurso Jovens Criadores, decidi participar. Afinal, esta seria a minha última oportunidade para participar (no próximo ano ainda serei criador, espero eu, mas parece que deixo oficialmente de ser jovem).
Assim, resolvi resgatar o meu projecto inacabado e terminá-lo em poucos dias. Na ficha de inscrição havia espaço para colocar o meu site ou blog, mas eu não tinha nenhum.
Poucos dias depois fiquei a saber que tinha sido seleccionado. Então percebi a urgência que havia em resolver a questão do blog. Agora está feito e é assim que começa.
Irei colocar aqui trabalhos recentes, e também alguns mais antigos.
Até à próxima.